julgava-se o dono disto tudo

Ricardo Salgado desobedeceu (21 vezes) ao Banco de Portugal

Anúncios