o exemplo irlandês

237857__flag-ireland-grunge-ireland-legend-the-elder-edda-the-basis-of-norse-mythology-flag-green_p«Tal como na Grécia, em Portugal e em Espanha, o desemprego aumentou, os jovens irlandeses tiveram que emigrar, os ordenados baixaram, as pensões foram reduzidas, e a economia entrou em recessão. Lembro-me de um dia, em Dublin, um taxista contar-me o seu desespero, por causa dos seus dois filhos terem emigrado para a Austrália. Disse-me com tristeza que não conseguia ver um futuro melhor para o seu país. Falei com outros irlandeses, e os sentimentos eram iguais. Mas nunca me esqueço que ouvi também os irlandeses dizerem que não haveria outra solução senão enfrentar as dificuldades. Ignorar a realidade não era uma opção. E sobretudo não ouvi ninguém queixar-se da Europa ou da Alemanha. Pelo contrário, ouvi palavras de reconhecimento pela ajuda que evitou a falência. E ouvi críticas e ataques duríssimos contra o governo e os bancos. Mas os irlandeses sabiam que tinham sido os culpados da situação que o seu país havia chegado, e nunca culparam os outros países europeus.» (daqui)

Anúncios