repetição da história?

estrela amarela judeu«Na Europa, só em 2013 foram registadas formas de perseguição a judeus, por parte de indivíduos ou de grupos sociais, em 34 dos 45 países do continente (76%). É esta a realidade da Europa do século XXI. Uma realidade que está bem presente também na forma como são tratados os refugiados e os migrantes. Uma realidade que justifica uma fronteira com torres de vigilância e arame farpado entre a Hungria e a Sérvia. Uma realidade que passa pelo retorno dos fantasmas do passado. Uma realidade que, queira-se ou não, representa o regresso do nazismo e do comunismo em novas roupagens. Mas se nos anos 30 e 40 do século XX os judeus não tinham saída para a barbárie, hoje há Israel, um Estado forte e democrático, uma espinha na garganta de tantos democratas de pacotilha, de tantos anti-semitas travestidos de amigos dos palestinianos. A Europa caminha para o abismo moral e material. Israel é o presente e o futuro de um povo que não se rende e que nunca mais irá viver os horrores de um novo holocausto.» (daqui)