os casos, os casinhos e o que é verdadeiramente importante…

Paulo Ferreira«A campanha eleitoral tem vivido de casos, casinhos e polémicas descartáveis, demasiado virada para o passado e com protagonistas que, tendo responsabilidades no estado a que chegámos, já não fazem parte da solução.

Mas um dia chegará no futuro em que teremos que encarar de frente os desequilíbrios na Segurança Social e no sistema de Saúde, ambos cada vez mais pressionados pela evolução demográfica. Esse será o momento em que a sociedade será confrontada, sem tabus, sobre o nível de financiamento que está disponível para assumir e os benefícios que dele quer tirar.

Podemos ir escondendo o problema debaixo do tapete, pensar que agora vamos ter imensos filhos, que a economia vai florescer, o emprego disparar e viveremos felizes para sempre.

Mas não é isso que a experiência nos tem dito. As crises, imprevisíveis, aparecem ao virar da esquina. E cada uma delas faz aproximar o momento da ruptura em que as receitas deixam de cobrir os encargos.» (daqui)

Anúncios