novos velhos erros

vitor-rainho«Independentemente do passado, parece-me óbvio que se estão a preparar para cometer novos erros que serão fatais para o país: nacionalizar o Novo Banco é voltar ao PREC ou aos tempos de Sócrates e Armando Vara e nem com António Horta Osório, o mais qualificado banqueiro português, poderíamos entrar por esse campeonato. Mais um banco público significa mais clientela partidária e o país não pode aguentar mais um desastre. Dizermos que a venda será pior que a nacionalização é não querer olhar para o que se passou com o BPN e com a Caixa Geral de Depósitos. O Estado não pode querer competir com os privados, mas deve, sim, criar mecanismos que penalizem todos aqueles que contribuam para a desgraça financeira do país. Na Islândia, por exemplo, vários banqueiros foram presos e o primeiro-ministro livrou-se das grades por muito pouco.» (daqui)

Anúncios