o regresso das grandiosas obras públicas

«A doutrina oficial vai pregando que os 700 milhões de euros (700 milhões, coisa pouca!) que o novo Terminal de Contentores do Barreiro vai custar, vão ser pagos pelos investidores privados. Todos sabemos que não é verdade. Entre financiamentos públicos e garantias de Estado, quem vai pagar é o contribuinte português. Depois, os privados poderão … Continuar a ler o regresso das grandiosas obras públicas

Anúncios

ao cuidado da classe política

«Parte da culpa pode ser razoavelmente atribuída aos fundos europeus e à indústria rentista que se gerou em torno deles, em especial num país com instituições débeis e uma cultura de nepotismo e irresponsabilidade profundamente enraizada. Mas a culpa foi também da classe política e de uma opinião pública permissiva e com falta de sentido … Continuar a ler ao cuidado da classe política